PUBLICIDADE
Bahia

Bahia recebeu do governo Bolsonaro R$ 36,9 bilhões para combate ao Covid-19 nas escolas

O valor não é classificado com a ordem dos Estados com o maior número de matrículas.

Micael Levi
camera_alt Reprodução

Bahia é o quarto estado que mais recebeu verba do Ministério da Educação (MEC) para combate a pandemia da Covid-19. Foram 36,9 bilhões.

O montante foi recebido por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE). Os dados foram divulgados na última segunda-feira (22/2) no 6º relatório bimestral da execução orçamentária da pasta, da organização Todos pela Educação.

A frente da unidade da Federação estão: Minas Gerais (R$ 56,1 bilhões), São Paulo (R$ 51,1 bilhões) e Paraná (R$ 38,2 bilhões). Já Amapá, Roraima e Sergipe foram os que menos recebeu da pasta. O valor não é classificado com  a ordem dos Estados com o maior número de matrículas.

PUBLICIDADE

De acordo com o governador da Bahia, Rui Costa (PT), não há previsões de quando há volta as aulas, somente quando metade da população for vacinada por se tocar no assunto. De acordo com um levantamento feito pela Fundação Getúlio Vargas, o estado ficou no último lugar em um ranking de educação pública à distância.

Quando a volta as aulas era impossível no ano passado, o governo definiu um pagamento de R$ 55 como vale-alimentação durante a crise. O valor definido pelo governo corresponde ao preço médio de uma cesta básica.

Sem estabelecer um calendário, o pagamento era incerto e só era confirmado durante as lives Papo Correria promovida por Rui. O último pagamento demorou mais de dois meses para ser pago aos alunos da rede estadual de ensino.

  • Notícias sobre