Bahia

Governo da Bahia consegue na Justiça recuperar dinheiro da compra frustrada de respiradores

Um acordo judicial celebrado e homologado pelo Tribunal Distrital dos Estados Unidos do Distrito Central da Califórnia foi feito, porém o valor não foi divulgado.

camera_alt Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini / Arquivo

Após uma decisão judicial, a empresa norte-americana, Ocean 26 Inc, devolveu ao Governo da Bahia o dinheiro da compra frustrada de 600 respiradores negociados no ano passado. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (3/2).

Um acordo judicial celebrado e homologado pelo Tribunal Distrital dos Estados Unidos do Distrito Central da Califórnia foi feito, porém o valor não foi divulgado.

“O que eu posso lhe dizer é que o valor devolvido foi um valor vantajoso. Eu posso afirmar que houve uma decisão embasada em aspectos de vantajosidade na persecução desse valor”, disse a procuradora do Estado, Bárbara Carmadelli.

De acordo com o governo baiano, o dinheiro já está em caixa e poderá ser usado para novos investimentos na área da Saúde. Com informações do G1 Bahia.

“Hoje nós já temos uma total disposição desses valores. Ele já pode ser utilizado. Como são verbas vinculadas, são verbas da Saúde, vão ser aplicadas para a saúde. Enfim, pelo menos em termos financeiros, eu posso dizer que essa história teve um final feliz”, contou Bárbara Carmadelli.

O contrato, feito em março do ano passado, foi de quase 11 milhões de dólares. O governo pagou antecipadamente 80% desse valor, o que equivale a 8 milhões e 640 mil dólares, na época pouco mais de 44 milhões e 800 mil reais.

Pelo combinado a entrega dos ventiladores deveria ter sido feita em abril, mas os respiradores nunca foram entregues. O fato motivou a ação judicial contra a empresa perante a justiça americana.

De acordo com a Procuradoria Geral do Estado (PGE), a decisão judicial favorável à Bahia não impedirá a continuação de outras medidas a serem adotadas de responsabilização.