Bahia

Paredes racharam: Amargosa registra mais um terremoto de 3,5 de magnitude

“Acordei com o som do tremor e a casa balançando”, registrou um anônimo no Centro Sismólogico da USP

Jornal do Sisal
camera_alt Divulgação/Prefeitura de Amargosa

Neste domingo (31/8), o município de Amargosa registrou um abalo sísmico confirmado pelo Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). No município da Bahia chegou a magnitude de 4,2 na escala Richter.

Nesta segunda (31/8), o laboratório registrou mais um terremoto no município com 3,5 de magnitude. A informação foi confirmada pelo prefeito de Amargosa, Júlio Pinheiro.

“Esse novo tremor foi registrado pelo laboratório e também pela população, que foi por volta das 3h da manhã. Muitas pessoas relataram acordar assustadas”, afirma o gestor.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia também: Terremoto sentido em Mutuípe foi maior que o do ano passado

O epicentro do fenômeno de ontem foi a cidade de Mutuípe, que teve magnitude de 4,9 e foi sentido em 42 cidades baianas. Apesar de ter causado rachaduras em paredes e no chão de casas de alguns moradores e de uma Igreja, o prefeito de Amargosa disse que não houve maiores estragos.

“Desde ontem nossa equipe da Guarda Municipal tem estado em campo. Houve avarias nas casas como rachaduras em paredes e nos telhados, mas nenhum caso grave” confirmou Julio.