Bahia

Por engano, polícia atira 3 vezes em idoso deitado no chão durante perseguição em Salvador

O fato aconteceu na manhã desta terça-feira (23/06) em Saramandaia, em Salvador, capital baiana. A Polícia Civil ainda não se pronunciou pelo ocorrido.

Jornal do Sisal

Bandidos arrombaram a casa de um idoso para tentar fugir dos policiais. O policial civil que vinha logo atrás confundiu o identificado como Almir Ferreira Paiva com o criminoso e o alvejou com 3 tiros ele que estava deitado no chão. O fato aconteceu na manhã desta terça-feira (23/06) em Saramandaia, em Salvador, capital baiana.

Com ele, estava sua esposa também idosa de 76 anos e o neto de 16 anos quando os bandidos entraram na casa. Durante o confronto ninguém saiu do imóvel.

Ao jornal Correio, a filha de Almir, Elen Paiva, 39 anos, contou que tudo aconteceu por volta das 11h. “Quando perceberam que eram tiros, eles correram e fecharam as portas e as janelas. Os vizinhos também, todo mundo fez isso. Eu não estava lá nesse momento, mas minha mãe contou que depois de fechar tudo ela correu para a cozinha e que meu pai ficou abaixado na sala. Meu sobrinho estava no quarto do fundo”, contou Elen.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fugindo, os bandidos correram para uma vila que fica em direção a casa de Almir, mas o local não tem saída. Foi nesse momento que os criminosos arrobaram a casa do idoso.

O policial civil que perseguia o bandido confundiu o idoso de 74 anos que estava deitado no chão com o criminoso e, ainda do lado de fora da casa, fez diversos disparos. Três balas acertaram a região pélvica e a virilha de Almir. Os tiros acertaram também uma poltrona que estava ao lado. Depois da confusão foi possível ver os buracos.

Seu Almir foi socorrido pelos policiais para o Hospital Geral do Estado (HGE), onde passou por cirurgia. Ele ainda está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e o estado de saúde é considerado estável.

A reportagem tentou contato com a Polícia Civil, mas a mesma não se pronunciou pelo ocorrido.

  • Notícias sobre