Bahia

Secretaria de Cultura da Bahia “promove” transexualidade para crianças

A história define que os queijos são todos os meninos e as goiabadas, meninas.

camera_alt Instagram

Uma publicação nas redes sociais da Secretaria de Cultura do governo da Bahia está provocando polêmicas ao promover um vídeo que aborda a transexualidade para crianças.

Na postagem, a pasta informa que o material é de autoria Jobim Jr e é intitulado como “A Insólita História do Queijo Que Queria Ser Goiabada”, projeto que recebeu apoio financeiro do governo baiano via Lei Aldir Blanc.

Ainda segundo a publicação da pasta, a obra conta a história de Júlio, um queijo que gostaria muito de ser goiabada, uma referência ao doce Romeu e Julieta. A história define que os queijos são todos os meninos e as goiabadas, meninas.

De acordo com a pasta, porém, a premissa da obra é “abordar a transexualidade” com uma narrativa que explore “toda a sensibilidade da criança e respeitando todas as nuances delicadas que o assunto traz consigo”.

O projeto tem o apoio da Secretaria de Cultura do estado e conta com recursos financeiros da Secretaria Especial da Cultura, chefiada por Mário Frias.