PUBLICIDADE
Brasil

Bolsonaro: “Para imprensa bom estava Lula, Dilma, gastava R$ 3 bilhões por ano para eles”

Ele também afirmou que uma das explicações para o desemprego no país é que parte dos brasileiros não tem preparação para fazer “quase nada”.

Jornal do Sisal
camera_alt Joyce Guirra/TV São Francisco

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em conversa com apoiadores nesta quarta-feira (6/1) afirmou que o Brasil está uma “maravilha”.

“Confusão ontem, você viu? Que eu falei que o Brasil estava quebrado. Não, o Brasil está bem, está uma maravilha. A imprensa sem vergonha, essa imprensa sem vergonha faz uma onda terrível aí. Para imprensa bom estava Lula, Dilma, gastava R$ 3 bilhões por ano para eles“, disse Bolsonaro na porta do Palácio da Alvorada.

Nesta terça-feira (5/1), o chefe do Executivo federal afirmou que o país está quebrado e que ele não consegue fazer nada. “Chefe, o Brasil está quebrado, e eu não consigo fazer nada. Eu queria mexer na tabela do Imposto de Renda, teve esse vírus, potencializado por essa mídia que nós temos. Essa mídia sem caráter. É um trabalho incessante de tentar desgastar para tirar a gente daqui e atender interesses escusos da mídia”, disse.

PUBLICIDADE

“Eu queria mexer na tabela do Imposto de Renda. O cara me cobra: ‘compromisso de campanha’. Mas não esperava esta pandemia pela frente. Nos endividamos em aproximadamente R$ 700 bilhões. Complicou mexer nisso aí”, afirmou no fim da tarde.