Brasil

Duas crianças mentem para os pais e morrem afogadas em lago

Vítimas de 10 e 11 anos disseram que iam para piscina e foram nadar em área privada. Não houve tempo para resgate dos amigos

Jornal do Sisal
camera_alt Reprodução/Record TV

Duas crianças de 10 e 11 anos morreram afogadas em um lago artificial na Estrada da Vaquejada, em Cidade Tiradentes, na zona leste de São Paulo, na noite desta segunda-feira (15/2).

Os dois meninos eram amigos e mentiram para os pais, segundo a polícia. Eles contaram para a mãe que iriam brincar na piscina de plástico na casa de um colega. Autorização dada, os garotos seguiram para um lago que fica em uma propriedade privada, pertencente a uma pedreira. O local fica isolado.

Havia chovido na região e o lago estava cheio. Os amigos se afogaram e morreram no local. As roupas e chinelos dos meninos foram encontrados ao lado de um tronco à beira do lago.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O resgate chegou, mas os dois já estavam mortos. Os bombeiros tiveram dificuldade para resgatar um dos corpos, que estava no fundo do lago. A perícia foi acionada. Os corpos não tinham sinais de agressão, mas a polícia solicitou exames necroscópicos.