Brasil

Homem que fez mulher pular de prédio para fugir de estupro é preso

O mandado de prisão preventiva de Felipe foi expedido na última segunda-feira (15/2). 

Jornal do Sisal
camera_alt Divulgação/Polícia Civil

A Polícia de Goiânia prendeu na tarde desta quarta-feira (17/2), um homem acusado de assaltar e fazer uma mulher pular de um prédio ao tenta estuprá-la. O caso aconteceu no dia 29 de janeiro deste ano no Setor Parque Oeste Industrial, região sudoeste de Goiânia (GO).

A empresária Juliane Lacerda, de 36 anos, estava no salão de beleza trabalhando na companhia de uma colega, a manicure do local. Elas foram surpreendida com a chegada no assaltante, identificado como Felipe Lopes Maia, de 22 anos.

O criminoso pegou os celulares das mulheres, dinheiro do caixa e pediu que elas subisse para o andar de cima do salão e ordenou que elas retirassem as roupas. Ao perceber que a porta da sacada do prédio estava aberta, Juliane pensou que para se salvar junto com a sua amiga do estuprador era pular do primeiro andar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Era a minha única alternativa. Eu não tinha outra solução para nos salvar, porque ele era, visivelmente, frio. A gente não sabia do que ele era capaz de fazer. E ele estava com uma faca”, contou ela ao Metrópoles.

Tiago se assustou com a fuga da empresária e saiu do local. Com o impacto, Juliane fraturou a coluna, os dois calcanhares e teve que passar por cirurgias.

Com investigação, a polícia conseguiu localizar o suspeito e prende-lo. Ele foi preso por crime de roubo e tentativa de estupro. O mandado de prisão preventiva de Felipe foi expedido na última segunda-feira (15/2).

De acordo com a delegada do caso, ele será interrogado e passará por exame de corpo de delito. Ele foi encaminhado para a Casa de Prisão Provisória (CPP), em Aparecida de Goiânia, na quarta.