Brasil

Mãe espanca filha de 5 anos até a morte no Alagoas; criança teve os olhos e a língua arrancados

Ela foi presa em flagrante orando com um terço na mão ao lado do corpo da filha já sem vida.

Micael Levi
camera_alt

Uma menina de 5 anos foi morta após ser espancada pela mãe em Maravilha, interior do Alagoas. A perícia feita pelo Instituto Médico Legal (IML) concluiu que a causa da morte.

Ainda segundo o IML, a pequena Brenda Carollyne Pereira da Silva teve partes da língua e olhos arrancados com uma tesoura. A mãe, identificada como Josimare da Silva, foi presa flagrante em um povoado da cidade. Ela foi encontrada orando com um terço na mão ao lado do corpo da filha já sem vida.

De acordo o promotor do caso, Josimare apresenta problemas psicológicos e no momento do crime estava em surto. O Ministério Público do Alagoas (MPAL) determinou prisão preventiva, mas, considerando a periculosidade e a gravidade do crime, manifestou-se pela internação no hospital de custódia e tratamento psiquiátrico. O MPAL pediu que fosse realizado exames que confirmem se Josimare possui problemas psicológicos.

Nas redes sociais, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, se posicionou sobre o crime bárbaro. Segundo ela, durante os maus-tratos a criança devia ter apresentado sinais de violência e má convivência com a mãe.

“Esta mulher deve ter trilhado um caminho até o assassinato. Não tenho ainda informações precisas sobre este caso, amanhã nossa equipe entrará em contato com a delegacia, mas a regra segue um padrão, antes vem a negligência, depois os maus tratos, a tortura e segue… Mas no caminho tem o choro, o gemido, o clamor e olhar de pedido de socorro”, disse a ministra.

  • Notícias sobre