Brasil

Ministro da Saúde diz que vacinação contra a Covid-19 começa nesta segunda

A data foi mudada devido a pressão dos governadores.

Micael Levi
camera_alt Reprodução/G1

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, informou durante uma cerimônia em São Paulo, que começa nesta segunda (20) o início da vacinação contra a Covid-19. A data foi mudada devido a pressão dos governadores.

Inicialmente, os planos do ministro era de começar na próxima quarta (20/1), mas após a pressão decidiu mudar. “Acho que podemos começar hoje até o fim do expediente, a partir das 17h”, declarou o ministro.

Siga ao vivo: As últimas notícias sobre a vacinação contra a Covid-19 no Brasil

Neste domingo (17/1, o Brasil foi surpreendido com uma notícia animadora. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso emergencial da vacina Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac, e a vacina da Universidade de Oxford junto com a AstraZeneca.

Após a aprovação, uma enfermeira recebeu a primeira dose da Coronavac em São Paulo. O governo não havia iniciado sua distribuição pelos estados, o que foi decidido nesta segunda.

Pazuello optou por 17h iniciar a vacinação para dar tempo dos estados se programarem e receberam as doses da Coronavac. Na cerimônia ele deu início as distribuições em todo o país.

“A todas as famílias das vítimas, recebam a nossa solidariedade. É muito difícil perder alguém que amamos. Está dado o primeiro passo para a maior campanha de vacinação do mundo”, afirmou o ministro.

Das 6 milhões de doses, 4.636.936 serão enviadas pelo governo federal aos estados brasileiros. As outras 1.357.640 serão distribuídas pelo estado de SP.

  • Notícias sobre