Brasil

Mulher corta pênis de ex-companheiro após saber de abuso sexual contra o filho

O homem, que era pai da criança, correu pelas ruas da cidade sangrando na tentativa de recuperar o órgão.

camera_alt Reprodução

Uma mulher de 29 anos foi presa em Crucilândia, em Minas Gerais, na última terça-feira (14/2), depois de cortar o pênis do ex-companheiro de 32 anos. Ela mesmo procurou a polícia para denunciar o crime.

A mulher decidiu realizar o crime depois que o filho do casal, de 4 anos, contou a ela que o homem a abusava sexualmente. Indignada com o relato do filho, ela marcou um encontro com o suspeito na casa dele para realizar a “vingança”.

Durante o ato sexual, a mulher pegou a faca e decepou o pênis do homem, quando percebeu que o órgão estava cortado correu pelas ruas da cidade sangrando na tentativa de recuperar.

Ele foi socorrido para o hospital da cidade, mas diante da gravidade foi transferido para o Hospital de Betim. O órgão foi costurado.

Ao procurar a delegacia para contar o acontecimento, policiais descobriram que a suspeita tem um mandado em aberto por homicídio em outro município. Ela também foi presa por lesão corporal grave.

A polícia informou que a mulher tinha um relacionamento conturbado com o ex-companheiro e já estavam separados. A criança morava com o pai, que mantinha a guarda provisória.

O menino está sob os cuidados da tia e sendo acompanhado pelo Conselho Tutelar.

Afinal, o que fazer se alguém, por acaso, tiver o pênis cortado?

Segundo o urologista Alex Santos, mesmo se o órgão for completamente decepado, o reimplante é possível. “Para o reimplante ter sucesso, o órgão precisa estar bem preservado, guardado, por exemplo, em um recipiente com gelo”, diz ele.

O médico conta que depois da cirurgia corre o risco da a ereção ficar comprometida.