Brasil

Polícia de SP liberta menino que estava acorrentado em barril

O pai alegou que fez isso para educar o menino.

Da Redação
camera_alt Reprodução

A Polícia Militar (PM) libertou no último sábado (30/1), um menino que vivia preso em um barril em Campinas (SP).

Ele foi encontrado nu, com as mãos e os pés acorrentados. O pai, a madrasta e a filha da madrasta foram presos em flagrante.

O crime foi denunciado por vizinhos. Segundo os policiais, o menino pesa cerca de 25 quilos.

O delegado Daniel Vida Silva disse ao Fantástico que a criança estava acorrentada há 1 mês.

Aos policiais, a vítima disse que estava há vários dias sem comer. O menino foi levado para o hospital Ouro Verde e está sendo acompanhado por uma tia.

Sobre o caso, o conselho tutelar disse que já acompanhava denúncias de maus tratos há pelo menos 1 ano e vai apurar se houve falha.

O pai do menino disse à Polícia Civil que o filho é muito agitado, agressivo e fugia de casa. Ele alegou que fez isso para educar o menino.