PUBLICIDADE
Brasil

Prefeito chora em live e apela por ajuda depois de sistema de saúde colapsar

“Está desesperador. É angustiante ver o que está acontecendo”, disse a secretária de Saúde do município de Xanxerê

Micael Levi
camera_alt Reprodução

O prefeito de Xanxerê, em Santa Catarina, se emocionou em uma transmissão ao vivo onde divulgada a situação de um cenário de colapso no sistema de saúde por causa da pandemia da Covid-19. na última quarta-feira (24/2). Em lágrimas, o prefeito Oscar Martarello pediu ajuda aos governo estadual e Federal.

“Xanxerê está dando um grito de socorro para o Brasil. Hoje não se pede mais respirador. Precisamos do governo federal, do governo estadual. Das Forças Armadas. Precisamos remover esses pacientes para outros lugares. Não dá mais para falar em montar leitos de UTI aqui. Não temos tempo. Estamos desesperados, unidos, trabalhando virando a noite.”, disse ele.

O município de Xanxerê está em situação de colapso total. Não há mais vagas nas unidades de saúde e tampouco no centro de triagem montado pela secretaria de Saúde, que devido as necessidades de internação, se tornou um hospital improvisado. De acordo com o prefeito, há 15 pessoas internadas no centro.

PUBLICIDADE

“Tinha 18, mas três crianças foram transferidas para Chapecó. Dos 15, temos 10 pacientes aguardando leito de UTI. Dez pessoas em situação extremamente grave”, detalhou a secretária de saúde, Francismara Pegoraro.

Com a demanda de profissionais de saúde nessas áreas onde há demanda de trabalho, três postos de saúde foram fechados e mais um fechará na semana passada. “Está desesperador. É angustiante ver o que está acontecendo”, informou secretária.

Ainda na live Martarello falou de mais restrições no município no Oeste de Santa Catarina. Ele afirmou que é necessário o fechamento dos estabelecimentos. “Escolher quem vai ser internado não é uma realidade da Itália. É uma realidade nossa”, afirmou.

De acordo com os dados da Secretaria de Saúde, Xanxerê está na bandeira vermelha com 1.073 casos ativos. Desde o início da pandemia, foram identificados 6.506 casos confirmados do coronavírus.

Assista ao vídeo: