PUBLICIDADE
Ampla Visão

Ex-prefeito de Monte Santo esclarece dívida de R$ 59 milhões: “Não poderia deixar de esclarecer esse fato”

O valor foi encontrado pela atual gestora Silvana Matos e citado em seu discurso.

Micael Levi
camera_alt Reprodução

O ex-prefeito de Monte Santo, Edivan Fernandes Araújo, esclareceu nesta quinta-feira (7/1) a dívida de R$ 59 milhões deixada para a nova gestora municipal Silvana Matos, que em seu discurso citou o montante como problema para sua gestão.

“Estamos recebendo um mandato e não queremos aqui julgar ninguém, mas precisamos mostrar que o município deve hoje mais de cinquenta e seis milhões de reais”, disse a nova gestora. Ela tomou posse na última sexta (1º).

De acordo com o popularmente conhecido, Vando (PSC), “trata-se do valor resultante de dívidas de longo prazo contraídas pelas gestões anteriores”. Ele ainda informou que no início do mandato encontrou a dívida de mais de R$ 39 milhões referente a gestão anteriores.

PUBLICIDADE

“Na condição de ex- prefeito e filho de Monte Santo, não poderia deixar de esclarecer esse fato aos meus conterrâneos. Não estou aqui para acusar ninguém, mas todo gestor tem o dever de zelar pelo orçamento público. Lutamos para equilibrar as contas do município e, mesmo com todos os desafios enfrentados quando assumimos, garantimos os serviços públicos e fizemos investimentos importantes nas áreas da saúde, educação, segurança e infraestrutura”, esclareceu o ex-gestor.

Na nota ainda, ele desejou a Silvana uma boa gestão.

Débito da gestão anterior:

  • Notícias sobre