Colunas e Blogs

Retirolândia: em tempos de coronavírus, vereador aconselha ‘dar as mãos’ para conter pandemia

Elisandro ainda aconselhou o prefeito a cancelar aglomerações com muitas pessoas, inclusive festas populares.

Jornal do Sisal
Reprodução/Facebook

Por Micael Levi

Em um vídeo divulgado nesta terça-feira (17/03) o vereador Elisandro Silva Moreira, mas conhecido como Sandro da Vargem, cobrou das autoridades do município de Retirolândia, região do Sisal na Bahia, mais visibilidade em relação a prevenção ao novo coronavírus (Covid-19).

Elisandro ainda aconselhou o prefeito Alivanaldo Martins dos Santos, conhecido popularmente como Vonte do Merim (PSD), a cancelar aglomerações com muitas pessoas, inclusive festas populares. “Ele está chegando com passos não muito largos, mas vai chegar também em nosso município”, acredita o vereador. Ele ainda cobrou atenção dos prefeitos das cidades circunvizinhas.

O vereador pelo PSD, citou o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins, pelo cancelamento do Micareta de Feira que aconteceria em abril. Por fim, fazendo o uso do álcool gel ele aconselha a “dar as mãos” para tentar conter a pandemia. Mas logo corrige, dizendo que está falando em união para a prevenção da doença.

O coronavírus é transmitido através de: 

  • gotículas de saliva;
  • espirro;
  • tosse;
  • catarro;
  • contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão;
  • contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Segundo o Ministério da Saúde, os coronavírus apresentam uma transmissão menos intensa que o vírus da gripe. O período médio de incubação por coronavírus é de 5 dias, com intervalos que chegam a 12 dias, período em que os primeiros sintomas levam para aparecer desde a infecção.

Os sintomas são:

  • Febre.
  • Tosse.
  • Dificuldade para respirar.

Nesta terça-feira (17/03) o novo coronavírus vez a primeira vítima no Brasil. Um idoso de 62 anos estava internado em um hospital particular em São Paulo. No estado, foram confirmadas 164 casos da doença. No Brasil, foram confirmadas 234 casos da doença.

Na Bahia, foram registrados pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), 13 casos confirmados do Covid-19. A informação foi dada nesta terça-feira pelo secretário da pasta, Fábio Vilas-Boas. Antes eram 10 casos, mas com os novos casos de contaminações foram registrados em Porto Seguro (2), no sul da Bahia, e também em Prado (1). O secretário por meio de uma publicação nas redes sociais atualizou os números.

Leia mais texto de Micael Levi.