Economia

Bolsonaro confirma aumento histórico no salário mínimo em 2022

O governo chegou a enviar para o congresso o valor projetado em R$ 1.169, mas editou o valor devido a aceleração da inflação no segundo semestre

camera_alt Renato P Castilho/Getty Images

O presidente Jair Bolsonaro (PL) editou uma medida provisória confirmando o aumento do salário mínimo em 2022 para R$ 1.212. O aumento entra em vigor a partir de 1º de janeiro.

O aumento é maior que o previsto no orçamento para o ano que vem. O novo patamar do pagamento ultrapassa em R$ 112 o atual salário mínimo (R$ 1.100).

“A partir de primeiro de janeiro o novo valor do salário mínimo (será de) R$ 1.212”, anunciou Bolsonaro em uma live em redes sociais realizada na quinta-feira.

O governo chegou a enviar para o congresso o valor projetado em R$ 1.169, mas editou o valor devido a aceleração da inflação no segundo semestre por causa da alta nas contas de luz e nos preços dos combustíveis.

Na semana passada, o Congresso aprovou a proposta orçamentária de 2022 com previsão de R$ 1.210 para o salário mínimo.

Aumento de 10% no INPC

Para o aumento, o governo aplicou a previsão de 10,02% para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), um índice que mede a variação de preços para o consumidor na economia brasileira.