Economia

Caminhoneiros param em pontos isolados após governo negar greve

Categoria bloqueou estradas em Cana Verde (MG), Itatim e Vitória da Conquista (BA), Votorantim (SP), Colinas (TO) e no RS

Jornal do Sisal
camera_alt Ronaldo Silva/Estadão Conteúdo

Na madrugada desta segunda-feira (1º), caminhoneiros paralisaram estradas nas cidades de Cana Verde, Minas Gerais; Itatim e Vitória da Conquista, na Bahia, Colinas, no Tocantins e Votorantim, em São Paulo. Também há registros de bloqueio no Rio Grande do Sul.

O CNTRC (Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas), um dos sindicatos que organizam a greve, divulgou vídeos em que mostra os pontos de paralisação da categoria em locais isolados do país.

Em Salvador, um grupo de caminhoneiros aderiu ao movimento, que teve início nesta madrugada e ainda é pequeno. Por volta das 8h30, a categoria protestava na rodovia estadual BA-526, localizada na região metropolitana da capital baiana. Na região sul do Estado, ainda não há sinais de paralisação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mesmo com o movimento ainda tímido, líderes da categoria disseram que muitos colegas participam de casa. De acordo com a ANTB (Associação Nacional de Transportes do Brasil), não se sabe ao certo quantos dos 280 mil caminhoneiros baianos integram a ação. Com informações do R7.

  • Notícias sobre