Economia

Os melhores bairros em Salvador para investir em imóveis em meio a pandemia

Algumas localidades têm sido exploradas com o intuito de expandir uma demanda imobiliária.

camera_alt

O atual cenário econômico brasileiro tem refletido nas práticas de consumo do cidadão. Diante das enormes consequências acarretadas pela pandemia do novo coronavírus, como a redução do PIB (Produto Interno Bruto), avanço do desemprego e aceleração do endividamento no país, o momento não parece ser o mais propício para investimentos, ainda mais se tratando de propriedades, cujos valores superam bens materiais mais modestos.

Contudo, o consumidor se deparava com uma perspectiva diferente ao término do ano passado, presenciando projeções otimistas para nossa economia e, consequentemente, aos setores produtivos

A retomada observada nos três primeiros meses de 2020 concretizou-se, porém, tendo em vista o surgimento da Covid-19 e a disseminação do vírus, o caos se reverteu em uma pandemia e, deste modo, todas as atividades lucrativas brasileiras foram afetadas.

E no setor de imóveis não foi diferente, afinal, considerando as incertezas transparecidas pela economia, o cidadão não identificava segurança para promover um investimento tão expressivo.

Mesmo assim, o consumidor não descartou essa possibilidade e, em Salvador, por exemplo, algumas localidades têm sido exploradas com o intuito de expandir uma demanda imobiliária. Neste sentido, imóveis em Ondina e outras extensões da capital baiana registraram elevada busca e atenuaram os reflexos da crise.

Ao término de 2019, a capital baiana já carregava consigo o encargo de 7ª cidade mais procurada para a aquisição de imóveis. À medida que o mercado imobiliário brasileiro observava a facilidade para a liberação de crédito, queda da taxa de juros, crescimento de possibilidades para financiamentos e tímido recuo no desemprego, os investidores do setor não hesitaram e, identificando o potencial desses consumidores, destinaram quantias cujo objetivo era ampliar a oferta de imóveis por toda a capital da Bahia.

A cidade de Salvador, que é a mais populosa da região Nordeste do Brasil e a nona mais populosa da América Latina, vem apresentando grandes melhorias no que diz respeito ao seu desenvolvimento estrutural e urbano, proporcionando melhor infraestrutura aos seus habitantes e reunindo credenciais que a colocam no mesmo patamar das grandes metrópoles brasileiras. Além disso, a “Capital da Alegria”, como é denominada Salvador, abrange um centro administrativo, cultural, econômico e, especialmente, turístico, extremamente relevante no país, exercendo uma forte influência ao seu setor imobiliário.

Qualidade de vida e infraestrutura presentes

Contando com o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) de 0,759, indicativo considerado alto, integrar a oferta imobiliária de Salvador representa desfrutar de elevado bem-estar, dada a proximidade com a praia e localidades que reafirmem o contato com a natureza. Contudo, não é qualquer bairro que oferece os benefícios mencionados ao cidadão, levando-se em conta a desigualdade social que, assim como em todo o Brasil, também aflige a capital baiana.

A procura por apartamentos no Rio Vermelho, por exemplo, são motivadas pela localidade bem valorizada, que, além de englobar imóveis de alto padrão, conta com hotéis, pousadas, opções diversas de entretenimento noturno e, sobretudo, acessibilidade à atividade de pesca, que é historicamente cultuada na região.

Entre dois shoppings, por sua vez, conseguimos verificar os apartamentos no Caminho das Árvores, bairro cujo aspecto urbano faz-se muito presente e o comércio se encontra bem consolidado. Considerado um importante polo residencial e comercial, o local influencia efetivamente na ascensão do ramo imobiliário da cidade, que, no primeiro trimestre de 2020, apresentou um avanço de 17% nas vendas.

Em relação ao bairro Ondina, a localidade se caracteriza pelo acesso irrestrito à educação – contemplado por escolas e universidades conceituadas -, pela sua praia urbana e pelo seu zoológico, elementos amplamente convidativos e que contribuem com a atividade turística. Diante de tantos locais privilegiados, não restam dúvidas de que, na capital baiana, o investimento em um imóvel pode corresponder a uma oportunidade singular de vida, tamanhas as vantagens de residir em um lugar que possa entregar uma experiência mais que satisfatória.