Esporte

Volante do Flamengo acusa meia-atacante do Bahia de racismo

O caso aconteceu neste domingo na partida entre o Flamengo e Bahia válida pela 26ª rodada da Série A do Brasileirão.

Jornal do Sisal
camera_alt Alexandre Vidal / Flamengo

O volante do Flamengo Gerson acusou o meia-atacante do Bahia Juan Ramírez de racismo após a derrota do tricolor baiano por 4 a 3 neste domingo (20/12), no Maracanã. Ele fez a denúncia na saída do gramado durante uma entrevista.

“O Ramírez, do Bahia, falou para mim: ‘Cala a boca, negro’. Eu nunca reclamei na imprensa, mas isso eu não aceito. Eu vim falar em nome de todos os negros. O Mano Menezes também tem que saber respeitar”, declarou o jogador.

O Flamengo derrotou o Bahia por 4 a 3 no Rio de Janeiro, em partida válida pela 26ª rodada da Série A do Brasileirão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“É um assunto extremamente sério que envolve o mundo e, consequentemente, o Brasil. Não temos um relato ou uma imagem, o fato de Ramírez ter falado para Gérson qualquer coisa desse tipo. Lógico que, quando não temos, ficamos do lado desse jogador. O que pareceu para a gente naquela hora foi que a gente cresceu no jogo, tínhamos feito o 2 a 1, e estava uma tentativa de paralisar o jogo e retirar um jogador nosso para igualar. Mas o Gérson é um jogador sério, merece todo o respeito e o clube vai fazer um acompanhamento e uma investigação do que realmente aconteceu”, disse Mano Menezes, até então técnico do Bahia. Ele foi demitido neste domingo.

  • Notícias sobre