Justiça

Governador aciona PGE para adotar medidas contra Igor Kannário

A Procuradoria Geral do Estado considera o fato gravíssimo, por atentar contra a ordem pública, no uso de um trio elétrico patrocinado pelo erário municipal.

Jornal do Sisal
Manu Dias/GOVBA

Por Da Redação

A Procuradoria Geral do Estado (PGE) foi acionada pelo governador da Bahia, Rui Costa, para que adote as medidas legais cabíveis no caso envolvendo a agressão do cantor Igor Kannário contra a Polícia Militar.

A PGE entrará com uma representação junto ao Ministério Público da Bahia a fim de que este adote, no âmbito de sua competência, ações que entender cabíveis em relação às declarações do cantor Igor Kannário na tarde de segunda-feira (24/02/2020).

No circuito Osmar (Campo Grande), o também deputado federal agrediu e provocou publicamente a Polícia Militar da Bahia durante desfile em trio sem cordas patrocinado pela Prefeitura de Salvador.

A decisão de acionar a PGE foi anunciada pelo governador em postagem feita em seu perfil oficial no Twitter, nesta terça-feira (25). “É inaceitável o ato público de desrespeito e agressão contra a Polícia Militar da Bahia registrado ontem no Campo Grande. Acionei a Procuradoria Geral para que o Estado formalize uma representação junto ao Ministério Público da Bahia a respeito deste fato. Medidas cabíveis que estiverem no âmbito do MP precisam ser tomadas em respeito à PM e em defesa da honra de pais e mães de família que fazem parte da corporação”, disse Rui na rede social.

PGE considera o fato gravíssimo, por atentar contra a ordem pública, no uso de um trio elétrico patrocinado pelo erário municipal. O órgão estadual também estuda a adoção de outras medidas em relação ao caso.

Polêmica

– Reprodução

O cantor e deputado federal Igor Kannário iniciou sua pipoca na segunda-feira (24/02/2020), no Campo Grande, já com uma polêmica. Durante sua passagem pelo corredor de camarotes das televisões, ele declarou: “se acontecer alguma coisa comigo, quem mandou me matar foi alguém da Polícia Militar”. Ele teria dito isto após uma briga debaixo do trio elétrico.

No vídeo não é possível entender o motivo para a afirmação. No entanto, ele pede a banda para interromper uma música, aponta para alguém da plateia e profete a frase.

Na tarde desta segunda, em entrevista à TV Bahia, o comandante geral da PM-BA, Anselmo Brandão, chegou a elogiar a atuação de Kannário em seu show realizado no último domingo em Cajazeiras.

Em outro momento ele chamou uma guarnição de mal educada e estava agindo com abuso de autoridade e elogiou outro grupo de policiais.