Justiça

Menina de 13 anos é estuprada e assassinada pelo patrão de 61 anos

O idoso confessou o crime através de uma carta deixada antes da fuga.

Jornal do Sisal
Facebook/Google Street View/Reprodução

Por Micael Levi

Uma menina de 13 anos foi encontrada sem vida e com sinais de estupro nesta segunda-feira (03/02/2020) em uma loja de tapetes em Poços de Caldas em Minas Gerais. A adolescente estava desaparecida desde a última sexta (31/01/2020).

O autor é um idoso de 61 anos que confessou o crime através de uma carta, e está sendo procurado pela polícia. Segundo relatos ouvidos pela Polícia Militar, o idoso estuprava com frequência a adolescente.

De acordo com a PM, o mal cheiro vindo da loja incomodou os moradores próximos que ligaram para as autoridades. Ao chegarem no local encontraram a menina sem vida perto de uma cama, no fundo da tapeçaria. O corpo foi achado pelas autoridades com diversas lesões, principalmente na região do pescoço. Manchas de sangue, uma faca, e um pedaço de madeira, provavelmente utilizada no crime, foram encontradas no imóvel, local onde a adolescente trabalhava.

No relato, o idoso confessou o crime e apontou motivação passional para o homicídio. Os vizinhos relatam que a última vez que foi visto o idoso, foi na última sexta (31/01/2020) deixando a loja. O criminoso ainda não foi encontrado.

A carta e o celular da vítima foi recolhido pela polícia. O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médio legal (IML).

  • Notícias sobre