Justiça

Ministério Público baiano lança site que ajuda a localizar pessoas desaparecidas

Familiares de pessoas que estão em constante situação de desaparecimento também receberão ajuda

Jornal do Sisal
Reprodução

Por Jornal do Sisal

O Ministério Público estadual da Bahia lançou um site no qual será possível realizar o cadastro de pessoas desaparecidas em um banco de dados nacional chamado “Sistema Nacional de Localização e Identificação de Desaparecidos” (Sinalid).

Além do cruzamento de informações do desaparecido por diversos órgãos, o PLID também ajudará familiares de pessoas que estão em constante situação de desaparecimento, como por exemplo, pessoas com problemas mentais, idosos que residem em Instituições de Longa Permanência (ILPI), unidades de acolhimento e sistema prisional, além de pacientes de hospitais.

Como fazer o cadastramento:

O Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos (PLID) é o responsável pelo site. Os interessados em realizar o cadastramento precisa acessar o link https://desaparecidos.mpba.mp.br/, preencher um formulário, enviar uma mensagem para o e-mail [email protected] e encaminhar uma foto recente e nítida da vítima de desaparecimento.

Apesar da ajuda do site, é importante que os familiares da vítima compareçam a uma Delegacia de Polícia após o desaparecimento para que se possa registrar o caso. É necessário também fazer um boletim de ocorrência e, caso queira maior apoio, os parentes podem comunicar o fato à Polícia Militar.