Justiça

Polícia: Lázaro é morto durante troca de tiros com polícia

Ele é acusado de cometer uma série de assassinatos e era procurado pela Justiça da Bahia depois de fugir de uma prisão.

camera_alt Reprodução

O serial killer de Brasília Lázaro Barbosa, 32 anos, foi morto nesta segunda-feira (28/6), depois de 20 dias de uma megaoperação policial a sua procura. De acordo com a polícia de Goiás, ele entrou com confronto com forças policiais.

Mais cedo o governador do Goiás Ronaldo Caiado informou em vídeo divulgado nas redes sociais que o serial killer havia sido preso.

“Como eu disse, era questão de tempo até que a nossa polícia, a mais preparada do País, capturasse o assassino Lázaro Barbosa. Parabéns para as nossas forças de segurança. Vocês são motivo de muito orgulho para a nossa gente! Goiás não é Disneylândia de bandido”, disse o governador Ronaldo Caiado em uma rede social.

Conforme informou a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o suspeito deve ser encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para o exame de corpo de delito.

Lázaro é acusado de cometer uma série de assassinatos e era procurado pela Justiça da Bahia depois de fugir de uma prisão. Ele também é acusado de matar quatro pessoas de uma família em Ceilândia, no Distrito Federal, e de um caseiro de uma fazenda no distrito de Girassol, em Goiás.

Enquanto a polícia estava a sua procura, o psicopata Lázaro invadiu 11 propriedades rurais, fez reféns e roubou alimentos usando muita violência.