Justiça

Santaluz: PF prende técnico em informática acusado de compartilhar pornografia infantil

A pena para quem compartilha ou consume os arquivos criminoso varia de 2 a 6 anos de prisão.

Jornal do Sisal
camera_alt Redes Sociais

A Polícia Federal (PF) prendeu em Santaluz, na região do Sisal, na manhã desta quarta-feira (9/12) um técnico de informática acusado de baixar e compartilhar pornografia infantil na internet.

Com ele, a PF prederam quatro HDs de computador e dois aparelhos celulares, que serão submetidos a perícia. De acordo com o Notícias de Santaluz, a polícia chegou até o suspeito a partir de técnicas de vigilância na rede mundial de computadores, sendo verificado que ele baixava e compartilhava material.

Primeiramente ele foi alertado via SMS pela corporação, porém ignorou o aviso e continuou no crime. Ele foi preso em flagrante e levado para a Delegacia da Polícia Federal de Feira de Santana.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A pena para quem compartilha ou consume os arquivos criminoso varia de 2 a 6 anos de prisão.