Mundo

Índia passa o Brasil e se torna o segundo país mais afetado pelo coronavírus

O gigante asiático registra os maiores números diários de contágios há quase um mês.

Micael Levi
EFE

Com 90.802 casos notificados nas últimas 24 horas, a Índia passou o Brasil em números de casos confirmados desde o início da pandemia, atrás somente dos Estados Unidos. O Ministério da Saúde indiano identificou 1.016 novas mortes, chegando um total de 71.642, até agora, o terceiro maior número de mortes no mundo por país.

No total, o país chegou a 4,2 milhões de infecções e o Brasil tem 4,1 milhões, mas é um dos países que menos testam no mundo. Já os Estados Unidos, de acordo com a Universidade Johns Hopkins, tem 6,4 milhões de casos confirmados.

Com 1,4 bilhão de habitantes, o gigante asiático registra os maiores números diários de contágios há quase um mês. O governo indiano está trabalhando em estado de alerta por causa do crescimento de infecções nas pequenas cidades, mas continua a reduzir as restrições para reativar a economia.

A economia da Índia foi uma das mais afetadas pela pandemia. Quase 24% se contraiu no último trimestre. Principalmente quando foi ordenado pelo primeiro-ministro Narendra Modi que todos ficassem em casa. A pesar da contração, as dificuldades no país começaram antes da pandemia, em 2016.

De acordo com o especialista em saúde pública, SP Kalantri, os pobres na Índia enfrentam uma “escolha desesperada” entre “a morte imediata e a morte que pode ocorrer a qualquer momento”. “A doença já está lá nas aldeias”, disse ele.