Mundo

Juan Guaidó é agredido por apoiadores de Maduro ao retornar à Venezuela

Guaidó estava no aeroporto depois retornar de uma viajem internacional, e foi recebido com insultos e empurrões.

Jornal do Sisal
Reprodução/Twitter

Por Micael Levi

O presidente autoproclamado da Venezuela Juan Guaidó foi hostilizado por apoiadores do ex-presidente Nicolás Maduro quando chegou no Aeroporto Simón Bolívar, em Caracas – capital venezuelana –, nesta terça-feira (12/02/2020).

Guaidó estava depois aeroporto ao retornar de uma viajem internacional, e foi recebido com insultos e empurrões. Ele estava fora desde 19 de fevereiro.

O carro do autoproclamado também foi atingido com bastões e cones de trânsito. O político, no entanto, não sofreu ferimentos. O retorno à Venezuela estava sendo anunciado por Guaidó por meio das redes sociais.

“Venezuela: já estamos em Caracas. Trago o compromisso do mundo livre, disposto a nos ajudar a recuperar a democracia e a liberdade. Começa 1 novo momento que não admitirá retrocessos e que precisa de todos nós fazendo o que devemos fazer. Chegou o momento”, escreveu no Twitter.

Guaidó estava impedido de sair do país por decisões judiciais controversas, promovidas pelo regime de Maduro. Apesar disso, fez a viagem de 23 dias. Com informações do Poder 360.