Mundo

Polícial nos EUA persegue e atira para matar adolescente de 13 anos

Quando o oficial atirou em direção ao menor, ele tinha acabado de se virar em direção aos agentes.

Da Redação
camera_alt Reprodução/Redes sociais

Um policial de Chicago, nos Estados Unidos, perseguiu e matou o adolescente Adam Toledo, de apenas 13 anos, em 29 de março durante um “confronto armado”. Nesta quinta-feira (15/4), a Polícia de Chicago divulgou o vídeo que registra o momento que o policial atira em direção ao menor.

Um vídeo registrado por uma câmera de estacionamento é possível ver o adolescente correndo dos policiais enquanto gritavam para ele parar. Nesse momento, Adam joga uma arma atrás de uma cerca e obedece os agentes.

Segundo informou os policiais envolvidos, Adam estava armado e não teria obedecido, mas as imagens da câmera instalada na farda dos agentes mostram o estudante da sétima série com as mãos para o alto e não é visível arma nas mãos.

Quando o oficial atirou em direção ao menor, ele tinha acabado de se virar em direção aos agentes. Ao ser alvejado, ele coloca a mão no peito e vai ao chão, quando o policial pede no rádio: “Traga uma ambulância aqui agora”. Uma tecnologia que localiza tiros, detectou 8 tiros disparados pelo oficial.

“Preciso de um kit médico … se apresse”, gritou o oficial para os outros na cena. As imagens mostram Adam com os olhos abertos e sangrando pela boca. Segundos depois é possível ouvir um dos agentes informar que não é sentido o batimentos cardíacos de Adam e realiza as compressões torácicas para tentar reanimá-lo, mas ele faleceu.

Em sua defesa, o policial afirmou que Adam estava armado e listou “defesa de si mesmo” como motivo para atirar. O relatório listou a vítima como tendo entre 18 e 25 anos de idade.

Protestos foram iniciados na cidade de Chicago na noite desta quinta. “Peço paz. Peço justiça, mas também peço a não violência”, disse uma integrante do protesto. A família de Toledo, ao assistir os vídeos, pediu que os fossem divulgados ao público.

As imagens são divulgadas quando as tensões cresce nos Estados Unidos sobre o comando da polícia americana em diversas situações, incluindo a morte do jovem negro Daunte Wright, 20, no Brooklyn Center, Minnesota, a quilômetros de onde o ex-oficial de Minneapolis Derek Chauvin está sendo julgado pela morte de George Floyd.

Assista ao vídeo do momento que Adam é alvejado (atenção: imagens fortes):