PUBLICIDADE
Política

Arthur Lira quer votar PEC Emergencial em dois turnos na próxima quarta (10)

O relator da matéria na casa será o deputado federal Daniel Freitas (PSL-SC). 

Micael Levi
camera_alt Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que pretende votar a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) Emergencial, que permite a retomada do auxílio emergencial, na próxima quarta-feira (10/3) em dois turnos.

“Para semana que vem. Não é justo que a PEC saia hoje do Senado e a Câmara tenha que votá-la hoje ou amanhã sem discutir. O Senado levou um tempo maior, e os deputados e deputadas, tendo conhecimento do texto, pelo menos dá para as lideranças e os partidos se posicionarem com relação ao mérito a partir da terça-feira”, afirmou Lira.

“É o que eu sugeri no colégio de líderes. Todo dia para discussão e talvez a votação da admissibilidade, com primeiro e segundo turno, na quarta-feira, numa possibilidade de acordo mínimo no plenário”, acrescentou.

PUBLICIDADE

O relator da matéria na casa será o deputado federal Daniel Freitas (PSL-SC).

A proposta de emenda à constituição foi aprovada nesta quarta (4/3), no Senado em dois turnos. Caso, a Câmara dos Deputados vote o texto como foi votado no Senado a matéria segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Na PEC contém a permissão das despesas com o auxílio não fiquem sujeitas as regras fiscais. Pela proposta, o governo pode gastar até R$ 44 bilhões com o programa.