PUBLICIDADE
Política

Bolsonaro anuncia criação de comitê para enfrentamento da covid-19

O chefe do executivo Federal afirmou que o grupo se reunirá todas as semanas para discutir a situação do país e quais diretrizes serão adotadas.

Micael Levi
camera_alt Andre Borges/Metropoles

Após a pandemia de covid-19 completar um ano no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) decidiu criar um comitê de enfrentamento da doença. A criação se deu depois de uma reunião com chefes dos três poderes: Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), Rodrigo Pacheco, do Senado e Arthur Lira da Câmara.

Na reunião não foi definido a data de implementação do comitê. Bolsonaro afirmou que o grupo se reunirá todas as semanas para discutir a situação do país e quais diretrizes serão adotadas.

De acordo com o mandatário, a ideia é que haja uma coordenação destas ações em conjunto com os governadores e chefes do Congresso. Durante um encontro no Palácio da Alvorada realizado na manhã desta quarta-feira (24/3), ele afirmou que busca que as ações não hajam conflitos e politização.

PUBLICIDADE

“Sem que haja qualquer conflito, sem que haja politização, creio que seja esse o caminho para o Brasil sair dessa situação bastante complicada que se encontra”.

O presidente do Senado afirmou afirmou que a expectativa é de que Bolsonaro lidere um “pacto nacional” para enfrentar a doença. “Há a compreensão de que medidas precisam ser urgentemente tomadas. Com a liderança do presidente da República e a liderança técnica do Ministério da Saúde, por meio do ministro Marcelo Queiroga, e os demais Poderes da República”, disse Pacheco. Com informações do Estadão.