Política

Bolsonaro: “Não sei se vou disputar as eleições do ano que vem”

Mesmo questionando o sistema eleitoral e até mesmo pedindo a volta do voto impresso, o presidente já participou de eventos políticos, como motociatas.

camera_alt Pablo Jacob/Agência O Globo

Acusado de fazer propaganda eleitoral antecipada, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) mudou seu discurso em relação as eleições de 2022 em entrevista a uma rádio da cidade de Luis Eduardo Magalhães, no estado da Bahia.

“Quanto à política: eu não quero entrar em muitos detalhes agora porque a preocupação é realmente administrar o Brasil. É natural, obviamente, eu tenho que ter um partido político. Eu não sei se vou disputar as eleições do ano que vem, devo disputar, eu não posso garantir”, disse o mandatário.

Mesmo questionando o sistema eleitoral e até mesmo pedindo a volta do voto impresso, o presidente já participou de eventos políticos, como motociatas.

Ele ainda falou sobre conversas com alguns partidos. “Entre eles, o Partido Progressistas, ao qual eu integrei por aproximadamente 20 anos ao longo de 28 que eu fui deputado federal”.

Desde que saiu do PSL, Bolsonaro não integrou nenhum partido político, chegando em 2019 a criar o Aliança pelo Brasil mas a agremiação não chegou a ser criada, validando somente 20% de assinaturas necessárias na Justiça Eleitoral.

O chefe do Planalto volta a manter um relacionamento com o PP, a qual fez parte entre 2005 e 2016, depois de colocar Ciro Nogueira, presidente do partido, na chefia do mais prestigioso ministério, a Casa Civil. Na semana passada ele revelou fazer parte do Centrão. “Eu sou do Centrão”, afirmou.