Política

Bolsonaro: “Nós todos queremos eleições limpas e transparentes”

Ele, que não confia no sistema que o elegeu chefe do Palácio do Planalto, faz ataques ao modelo brasileiro de votação política desde o início do seu mandato

camera_alt Andre Borges/Metropoles

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a falar sobre as eleições de 2022 em conversa com apoiadores nesta segunda-feira (12/7), na saída do Palácio da Alvorada. O mandatário defende o uso do voto impresso para as próximas eleições.

“Nós todos queremos eleições limpas e transparentes. Se não for assim, não é eleição, isso é fraude. Agora, vamos fazer de tudo para que nós tenhamos eleições limpas e transparentes para o bem do Brasil. Porque se não for assim, é sinal de que já está escolhido quem vai nos comandar. E as pessoas que chegam na fraude não têm compromisso com vocês, ok? Não sou Jairzinho paz e amor”, afirmou.

Bolsonaro, que não confia no sistema que o elegeu chefe do Palácio do Planalto, faz ataques ao modelo brasileiro de votação política desde o início do seu mandato, fazendo ataques não somente a urna eletrônica como também o ministro Luís Roberto Barroso, que também preside o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Barroso respondeu aos ataques do mandatário afirmando que suas provocações foram “lamentáveis quanto à forma e ao conteúdo”. “A realização de eleições, na data prevista na Constituição, é pressuposto do regime democrático. Qualquer atuação no sentido de impedir a sua ocorrência viola princípios constitucionais e configura crime de responsabilidade”, salientou o ministro.