PUBLICIDADE
Política

Bolsonaro volta a criticar a mídia: ‘Para a mídia, o vírus sou eu’

A declaração do presidente vem quando o Brasil está registrando alta de mortes relacionadas a Covid-19.

Micael Levi
camera_alt Pablo Jacob/Agência O Globo

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a criticar a imprensa na manhã desta quarta-feira (3/3), durante conversa com apoiadores na porta do Palácio do Alvorada. “Para a mídia, o vírus sou eu”, disse o mandatário.

Ele voltou a dizer que a imprensa cria pânico em relação a pandemia. “Criaram pânico, né? O problema está aí, lamentamos. Mas você não pode entrar em pânico. Que nem a política, de novo, de ‘fique em casa’. O pessoal vai morrer de fome, de depressão?”, disse.

A declaração do presidente vem quando o Brasil está registrando alta de mortes relacionadas a Covid-19. Nesta terça (2/3), o Brasil registrou mais de 1.700 falecimentos, número diário maior em toda a pandemia.

PUBLICIDADE

Ainda de acordo com Bolsonaro, uma comitiva brasileira embarca rumo a Israel no sábado (6/3), para negociar compra de um spray chamado EXO-CD24. O chefe do Executivo federal afirmou não saber o que é e que parece um “produto milagroso”.

“Se eu falar contra, que não presta, o pessoal vai atrás, a imprensa vai atrás. Mas, se você ler a imprensa, você não consegue viver”, disse.

  • Notícias sobre