Política

Ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, não conclui depoimento e abandona CPI da Covid

O encerramento da sessão foi anunciado pelo presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), com base no habeas corpus.

camera_alt Bruna Prado/Getty Images

O ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, participou nesta quarta-feira (16/6), da CPI da Covid-19, mesmo munido de habeas corpus concedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Durante o confronto com aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Eduardo Girão (Pode-CE) e Jorginho Mello (PL-SC), o Witzel pediu para deixar a sessão.

O encerramento da sessão foi anunciado pelo presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), com base no habeas corpus.

A comissão apura o comando do governo federal na pandemia de coronavírus, em especial, a reação no agravamento da crise sanitária no Amazonas com o desabastecimento de oxigênio hospitalar, apura também irregularidades nos repasses federais a estados e municípios.