Política

Governadores criticam Bolsonaro por fala sobre morte de ex-PM

De acordo com o Poder360, as manifestações surgem após o presidente atacar o governador doa Bahia, Rui Costa (PT)

Jornal do Sisal
Sérgio Lima/Poder360

Por Micael Levi

Após declarações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a morte do ex-PM Adriano da Nóbrega, um grupo composto por 20 governadores criticou as falas do presidente.

De acordo com o Poder360, as manifestações surgem após o presidente atacar o governador doa Bahia, Rui Costa (PT), ao dizer que os responsáveis pela morte de Adriano é a polícia da Bahia, governado pelo PT.

“Quem é o responsável pela morte do capitão Adriano? PM da Bahia, do PT”, afirmou o presidente em evento realizado no sábado (15.fev), no Rio de Janeiro.

O grupo de governadores que assinam a camada “carta em defesa do pacto federativo” cita também o episódio no qual o presidente disse que cortaria os tributos federais dos combustíveis se os chefes dos Estados abrissem mão do ICMS estadual.

Leia a carta na íntegra (clique aqui).