Política

Mourão: “Estou angustiado, quero ser vacinado, mas vamos aguardar”

Ele ainda disse que é muito cedo para discutir imunização.

Micael Levi
camera_alt Romério Cunha/VPR

O vice-presidente Hamilton Mourão admitiu está “angustiado” para receber a vacina contra a Covid-19. Em entrevista a jornalistas ao chegar no Palácio do Plano, Mourão ainda pediu a liberação por parte da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), das vacinas que apresentaram maior eficácia contra a doença respiratória.

Ele apresentou entusiamo para a vacina, diferente do Governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). “Lógico (que tomarei a vacina), sem problema, se está regulamentado, ok, sem problema”, disse Mourão. Ele ainda pediu cautela para definir uma data de imunização. “Também estou angustiado, quero ser vacinado, mas vamos aguardar.”

Na última sexta-feira (11/12), o Ministério da Saúde enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) um plano nacional de imunização com grupos prioritários, porém sem data de início. O ministro da Corte Ricardo Lewandowski deu 48 horas para a pasta definir um data.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mourão, no entanto, acha precipitado discutir data das imunizações. “Acho que está precipitado. Mais uma vez está muito polarizado isso aí.” “Eu acho que não (é possível apresentar datas de vacinação). A data é o dia D”, afirmou.