Política

O povo saberá que foi enganada por governadores e imprensa sobre coronavírus, diz Bolsonaro

Bolsonaro disse que a população não pode entrar em pânico e que doenças como essa costumam ocorrer pelo mundo.

Jornal do Sisal
Carolina Antunes/PR

Por Micael Levi, Folhapress

Em entrevista a TV Record, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que achou um exagero as medidas de prevenção adotadas por governadores de alguns estados para a disseminação do coronavírus.

Com os governadores estariam bloqueado algumas rodovias, Bolsonaro tem mantido um discurso de minimizar as medidas de restrição, pois para ele isso pode afetar a parte econômica do Brasil.

“O povo saberá que foi enganado pelos governadores e pela mídia na crise do coronavírus”, disse Bolsonaro na entrevista veiculada neste domingo (22/03). “Brevemente o povo saberá que foi enganado por esses governadores e por grande parte da mídia nessa questão do coronavírius”. “Espero que não venham me culpar lá na frente pela quantidade de milhões e milhões de desempregados na minha pessoa”, completou o presidente.

Ele ainda disse que a população não pode entrar em pânico e que doenças como essa costumam ocorrer pelo mundo. “Mais importante que a economia é a a vida. Mas nós não podemos extrapolar na dose, com o desemprego aí, a catástrofe será maior.”

Neste sábado (21/03), Bolsonaro criticou a medida dos governadores chamando de irresponsáveis, de quererem aumentar a taxa de desemprego no país ao restringirem a atividade econômica com medidas de precaução contra a pandemia do coronavírus.

“No momento, a minha grande preocupação é com a vida das pessoas, bem como com o desemprego que é proporcionado por esses governadores irresponsáveis”, afirmou ele, em entrevista à CNN Brasil.