PUBLICIDADE
Região do Sisal

Decreto proíbe abertura do comércio em Cansanção, Nordestina, Queimadas e outras 20 cidades da Bahia

A determinação passa a valer a partir do meio dia da quinta-feira (1/4).

Jornal do Sisal
camera_alt Reprodução

O governo do Estado publicou um decreto nesta terça-feira (30/3), proibindo a abertura do comércio em duas cidades sisaleiras e nas regiões do Sertão do São Francisco e do Piemonte Norte do Itapicuru. A determinação passa a valer a partir do meio dia da quinta-feira (1/4).

De acordo com o decreto, que visa conter a disseminação do coronavírus, ficam suspensos o funcionamento do comércio não essencial e somente abertura dos que forem considerados essenciais, como: hospitais e outros serviços de saúde, entrega de medicamentos e insumos para as unidades de saúde, comércio de alimentos, feira livres, atividades que exercem a segurança pública, limpeza pública, manutenção urbana, saneamento básico e entre outros.

Conforme o decreto, fica proibida a comercialização de bebidas alcoólicas e nas farmácias só poderão ser vendidos produtos voltados a saúde. Seguem suspensos, a abertura de bares e restaurantes, podendo operar em modo delivery até as 24h.

PUBLICIDADE

Os funcionamentos de indústrias, setores eletroenergético e call centers (telecomunicações) não poderão operar. A Polícia Militar (PM) e os Guardas Municipais farão a fiscalização do decreto.

A medida vale para Cansanção, Nordestina e Queimadas. Além de Andorinha, Antônio Gonçalves, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canudos, Casa Nova, Curaçá, Filadélfia, Itiúba, Jaguarari, Juazeiro, Nordestina, Pilão Arcado, Pindobaçu, Ponto Novo, Remanso, Senhor do Bonfim, Sento Sé, Sobradinho e Uauá.