PUBLICIDADE
Região do Sisal

Governo reconhece situação de emergência em Nordestina e Barrocas devido a estiagem

Os municípios não precisam fazer licitação para realizar ações que visam atender a população afetada pela escassez de chuvas.

Jornal do Sisal
camera_alt Reprodução

Nesta quarta-feira (24/2), o governo da Bahia reconheceu a situação de emergência nas cidades de Nordestina e Barrocas, ambos localizado na região sisaleira da Bahia. A medida é devido a situação de emergência por conta da estiagem.

O decreto dura 180 dias, contados a partir de 26 de janeiro em Barrocas e 8 de fevereiro em Nordestina, datas em que as prefeituras decretaram a condição de emergência.

Durante esse período, os municípios não precisam fazer licitação nas ações que miram atender a população afetada pela falta de chuva.

PUBLICIDADE

  • Notícias sobre