Região do Sisal

Guedes diz que estão pedido impeachment de Bolsonaro “porque deu tapa na cabeça da ema”

Em evento do Credit Suisse, ele afirmou que querem tirar o mandatário por qualquer coisa.

Micael Levi
camera_alt Isac Nóbrega/PR

O ministro da Economia, Paulo Guedes, se manifestou sobre os pedidos de impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Em evento do Credit Suisse, ele afirmou que querem tirar o mandatário por qualquer coisa.

“Ele foi eleito com 60 milhões de votos, é um homem popular e todo dia tem essa conversa. É impeachment porque derrubou um passarinho; depois é impeachment porque deu tapa na cabeça da ema; é impeachment porque teve um assassinato lá no Maranhão; é impeachment porque morreu um indígena”, afirmou.

Ele ainda atacou o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ), que queria concorrer junto com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AM), mais uma vez como presidente da Casa, o que o Supremo Tribunal Federal (STF) jultou “inconstitucional”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Tem um pessoal que não sabe perder a eleição. Se diz democrata, mas não sabe perder a eleição. Acha que a democracia depende de eleger quatro vezes o presidente da Câmara”.

“Acreditar que você precisa eleger quatro vezes a mesma pessoa seguida… isso dá margem, então, para todos os poderes quererem ser eleitos quatro vezes seguida. Então, o presidente pode ser eleito quatro vezes seguida”, alfinetou Guedes.