Região do Sisal

Retirolândia registra 11ª morte em decorrência da Covid-19

De acordo com o órgão, trata-se de uma idosa de 72 anos portadora de comorbidades.

camera_alt Camila Lima

O município de Retirolândia, na região do Sisal, registrou nesta segunda-feira (27/4), mais um falecimento em decorrência da doença respiratória Covid-19. A informação foi divulgada no boletim no perfil da prefeitura nas redes sociais.

De acordo com o órgão, trata-se de uma idosa de 72 anos portadora de comorbidades. Ela estava internava em um Hospital de Campanha da cidade de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Com isso, a totalização de mortes relacionadas a covid-19 chegou a 11 na cidade sisaleira. Ainda de acordo com o boletim, desde o início da pandemia foram identificadas 1.265 pessoas que testaram positivo, sendo que, entre estes, 1.242 são considerados ativos e 12 encontram-se ativos.

Conforme informou a Secretaria Municipal de Saúde, quatro pessoas aguardam resultados dos exames. “Ainda tem pessoas que não levam a sério o risco da covid-19, quebram regras e só querem aglomerar”, informa a legenda da foto com os números da doença postado no perfil da prefeitura.

A legenda escrita em letras maiúsculas é uma referência dos eventos que aconteceram recentemente com público de maioria jovem. Sem respeitar o decreto municipal que impede a realização de eventos com público superior a 50 pessoas, a maioria não seguiu as medidas preventivas como o distanciamento social e o uso da máscara de proteção.

Depois da repercussão do ocorrido, a prefeitura multou os responsáveis e interditou os locais. Caso haja repetição do desrespeito às regras, o alvará de funcionamento pode ser suspenso.