PUBLICIDADE
Saúde

Eficácia da Coronavac contra a Covid-19 é de 78% em estudo no Brasil

O Instituto Butantan está pedido a Anvisa o uso emergencial da vacina contra a doença respiratória.

Jornal do Sisal
camera_alt Leandro Ferreira/FOTOARENA/Estadão Conteúdo

O Instituto Butantan apresentou nesta quinta-feira (7/1) os resultados dos testes aplicados em brasileiros da Coronavac, vacina contra a Covid-19 produzida pela chinesa Sinovac em parceria com o instituto paulista.

De acordo com os dados, a eficácia do imunizante em brasileiros é de 78%. As informações sobre a vacina está sendo apresentada a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) junto ao pedido de aprovação emergencial e foi antecipada pelo jornal Folha de S.Paulo.

Os dados foram revisados na Áustria pelo Comitê Internacional Independente, que acompanha os ensaios. O Butantan patrocinou os testes da fase 3, em humanos, no Brasil. Os testes, que teve inicio no dia 20 de junho, foi aplicado em 13 mil profissionais da saúde voluntários em oito estados brasileiros, tendo recebido duas doses com 14 dias de intervalo entre elas.

PUBLICIDADE

O uso emergencial permite que a vacina seja aplicada em determinados grupos e somente como parte de um programa institucional de governo. Já o registro definitivo do imunizante o torna apto a ser administrado em toda população e a ser comercializado.