Saúde

Governo espera contraprova do 4º caso de coronavírus; são 531 casos suspeitos

Com a grande capacidade de contágio, a letalidade do coronavírus não é considerada alta pelo MS e a Organização Mundial da Saúde (OMS)

Jornal do Sisal
Reprodução/Criativa Online

Por Micael Levi

O Ministério da Saúde (MS) atualizou nesta quarta-feira (04/03/2020) os número de pacientes infectados com o novo coronavírus no Brasil. São três pacientes que confirmaram a infecção após contraprova. A pasta investiga 531 casos suspeitos e descartou 314 casos.

Com a grande capacidade de contágio, a letalidade do coronavírus não é considerada alta pelo MS e a Organização Mundial da Saúde (OMS) – que elevou o nível de contaminação para “muito alto”. Ainda não há motivo para pânico.

Os sintomas do Covid-19 é semelhante ao de uma gripe, e para evitar contagio a OMS recomenda medidas de higiene simples.

O terceiro paciente confirmado, segundo o ministro da saúde Luiz Henrique Mandetta, é um homem colombiano de 46 anos e reside em São Paulo. O homem passa bem e está em isolamento residencial. Ele esteve na Espanha, Itália, Áustria e Alemanha no mês de fevereiro e chegou no sábado (29/02/2020) ao Brasil.

Uma menina de 13 anos espera a contraprova. Ela esteve em Dolomitas, no norte da Itália e também mora em São Paulo. garota foi internada no hospital da cidade por uma lesão no tendão e voltou ao Brasil no último domingo (01/03/2020).

Hoje (04/03/2020) a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informou que o estado mantém o número do mesmo boletim na terça-feira (03/02/2020). São 20 suspeitos de coronavírus na Bahia e são investigados paciente dos municípios: Camaçari (1), Feira de Santana (1), Lençois (1), Salvador (15) e Vitória da Conquista (2). Foram 60 casos notificados no estado de janeiro até esta terça-feira.

A Região do Sisal já registrou um caso suspeito, mas foi descartado pela Sesab no mesmo dia. O caso foi de um caminhoneiro que apresentou problemas respiratório Hospital Municipal Mariana Penedo, em Tucano.