Novo influenza

Pesquisadores chineses encontram novo vírus da gripe em porcos

Ironicamente, o trabalho foi encaminhado para publicação em dezembro de 2019, pouco antes que a crise de saúde pública causada pelo novo coronavírus ganhasse corpo na China.


TriOakFoods/Facebook
Da Redação / Folhapress

Cientistas na China encontraram um novo variante do vírus da gripe em porcos com grande facilidade de se espalhar na população mundial. Os animais pertencem a diversas províncias do país asiático.

A informação publicada na revista PNAS em pesquisa realizada por George Gao, do Centro Chinês de Controle e Prevenção de Doenças, mostra que o novo vírus influenza, como também é conhecido, tem grande capacidade de infectar células humanas. Ainda segundo a publicação, criadores dos animais, ao que tudo indica, já contraíram o vírus mas já se recuperaram, tendo em vista a presença de anticorpos em seu sangue.

A pesquisa conduzida por Gao, coletou muco dos focinhos dos suínos nas províncias onde há uma grande criação deles. Segundo o Folha de S. Paulo, ironicamente, o trabalho foi encaminhado para publicação em dezembro de 2019, pouco antes que a crise de saúde pública causada pelo novo coronavírus ganhasse corpo na China.

Ficar de olho na evolução dos vírus de porcos é uma medida lógica porque o organismo desses mamíferos domésticos é considerado um “misturador” natural de diferentes cepas de gripe, como as que circulam em aves (tanto selvagens quanto domésticas) e em seres humanos.

Em 2009, a pandemia do vírus influenza ganhou o nome de “gripe suína”, e sabe-se inclusive que, durante aquele episódio pandêmico, houve transmissão de mão dupla, com a gripe passando de humanos para porcos.

De acordo com dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), a China é o maior produtor de carne suína do mundo, com participação de 51% no mercado.