Saúde

Vacina produzida pela Oxford contra Covid-19 tem resposta imune do corpo e é segura

O imunizante é o mais avançado em termos de desenvolvimento, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Micael Levi
camera_alt Sasirin Pamai / EyeEm/Getty Images

Os pesquisadores da Universidade de Oxford, na Inglaterra, anunciaram nesta segunda-feira (20/7), que a vacina feita para a Covid-19 é segura e apresentou resposta imune nos voluntários. O resultado dos testes em humanos foi divulgado na revista “The Lancet”.

A vacina foi elaborada em parceria com a indústria farmacêutica AstraZeneca e foi testada em 8 mil voluntários no Reino Unido, 2 mil no Brasil e 2 mil na África do Sul. No entanto, os cientistas afirmaram que em alguns testes o imunizante provocou efeitos colaterais como febre e dor de cabeça, mas não foram considerados graves. Cerca de 91% dos testados produziram anticorpos contra a covid-19 após uma dose única da vacina, afirma a pesquisa.

Apresentando ótimo resultado na fase 3, estágio mais avançado de uma vacina onde é testada para humanos, segue agora para etapa de regulamentação e fabricação caso presenta mais resultados favoráveis.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Esses resultados, juntamente com a indução de respostas imunes, apoiam a avaliação em larga escala dessa candidata à vacina em fase três em andamento”, afirma o estudo. O Reino Unido já ordenou a produção de 100 bilhões de doses da vacina.

O imunizante é composto por um adenovírus (um grupo de vírus que causam doenças respiratórias) inativados e proteínas do novo coronavírus. Quando no corpo, o sistema imunológico produzem uma espécie de memória de defesa no organismo.